big mouth

Big Mouth – 1ª Temporada | Crítica

Grande surpresa da Netflix, Big Mouth é o retrato de uma época conturbada para todos: a puberdade

Criada por Nick Kroll. Escrita por Jennifer Flackett, Andrew Goldberg e Mark Levin. Com Nick Kroll, John Mulaney, Fred Armisen, Jessi Klein, Jason Mantzoukas, Andrew Rannells, Jenny Slate, Jordan Peele, Maya Rudolph.

Nos últimos tempos, animações estão cada vez mais atingindo e cativando um público mais amplo. Já temos exemplos consagrados como South Park, Uma Família da Pesada e Os Simpsons; outros ainda estão cada vez mais próximos desta cátedra, como Rick and Morty e, da própria Netflix, Bojack Horseman. Esse ano, a empresa de streaming acerta novamente e lança outro desenho com o potencial de alcançar o panteão: Big Mouth.

big mouth

A série é produzida por Nick Kroll e Andrew Goldberg e é baseada na vida dos dois criadores, isto é, mostra eles no início da puberdade e começando a adolescência. A produção abrange problemas dignos desta fase, porém não caindo na mesmice de filmes de comédia dos anos 2000. Com uma narrativa bastante inovadora (longe dos clichês), a comédia vem minada de referências, o que fixa bastante o público.

Boa parte da qualidade da série vem da forma criativa que o impulso sexual é representado: o Monstro do Hormônio. Quando o monstro aparece para Andrew, ele começa a mudar; já Nick ainda não pode vê-lo. Assim, a relação dos personagens vai se desenvolvendo ao longo desse desequilíbrio de percepções. Apesar de parecer simplista, a narrativa desenvolve os personagens de maneira bastante humana e realista. Aliás é muito divertido perceber que muitos momentos o telespectador pode comparar os acontecimentos da obra com fatos que se passaram em sua vida.

big mouth

Os personagens vão se tornando cada vez mais complexos e a trama vai se desenvolvendo de uma forma muito contundente. Isto, não esquecendo de todas os delírios divertidos apresentados ao longo dos episódios.

Portanto, essa nova empreitada foi uma agradável surpresa dentro do catálogo e certamente é um ótimo divertimento para quem está e quem já passou pela fase, de modo que é mais uma ótima escolha para sair do óbvio e fazer uma maratona.

Nota: 6/6 (Ótimo)

big mouth

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.
(Visited 254 times, 26 visits today)
0

Post Author:

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.