drogon game of thrones

Game of Thrones 7.04 “The Spoils of War” | Review

Dale Dracarys!

Simplesmente é muito difícil falar sobre este último episódio. Apesar de ter sido vazado, muito pouco foi falado; isto já demonstra que os fãs estão comprometidos com os criadores da obra. Aliás, eles falaram que este seria, possivelmente, um dos melhores episódios da série, e certamente isto foi atingido.

Logo após o ataque a Jardim de Cima, todo o ouro do Tyrell foi levado para Porto Real para quitar a dívida com o banco de Bravos. A missão principal fora atingida, Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) e Bronn (Jerome Flynn) estão juntos com parte do exército Lannister. Voltaremos aqui mais tarde.

Em Winterfell, um dos encontros mais emocionantes de toda a série ocorreu, após seis temporadas, Arya (Maisie Williams) volta para a sua casa. Seu encontro com Sansa (Sophie Turner) nas criptas, em frente à estátua de seu pai, é muito emocionante; a última vez que estes estiveram próximas foi quando seu pai fora morto. Outro encontro com um diálogo muito interessante foi de Mindinho (Aidan Gillen) com Bran (Isaac Hempstead-Wright). Agora com suas visões, este sabe tudo o que aconteceu, e a tentativa de Baelish em ser amigável foi claramente inutil, “o caos é uma escada” diz o Stark com muita sabedoria. Porém, deste encontro, reapareceu a adaga de aço valiriano utilizada pelo homem que tentou assassinar Bran na primeira temporada, está é dada para Arya que faria um melhor uso desta, que mostrou toda a sua habilidade com a espada duelando, com ninguém mais, ninguém menos que Brienne, rendendo uma bela cena.

Em Pedra do Dragão, sabendo da tomada de Jardim de Cima, Daenerys (Emilia Clarke) pede conselho a Jon Snow (Kit Harrigton), que sugere a ela ser mais conservadora em seus ataques. Ainda, na ilha, outro encontro importante aconteceu: os sobreviventes Greyjoy, chegam rendendo a encruzada de Theon (Alfie Owen-Allen) e Jon, e é neste momento que percebemos que a Mãe dos Dragões não seguiu seu conselho.

jon snow theon greyjoy game of thrones

Voltando ao exército Lannister, uma tempestade é vista vindo do horizonte com um barulho assustador vindo de lá. Logo, Jaime percebe que alguma coisa está errada, assim, pede que todos se coloquem em seus postos. Eles já estavam preparados para o que poderia acontecer, mas ao mesmo tempo, eles não estavam prontos de nenhuma maneira. Em um grande clima de Senhor dos Anéis, deste horizonte surge um exército, UM GRANDE EXERCITO DOTHRAKI, e, sobrevoando-os, UM DRAGÃO sendo domado pela própria nascida da tormenta. Um ataque que mostrou a sua verdadeira força, mas ao mesmo tempo, como foi dito, eles tinham este ataque como uma possibilidade. Então, a besta criada por Qyburn (Anton Lesser) estava em sua posse. Utilizada por Bronn, a arma chega a ferir a besta, contudo não foi o bastante. Sem dar tempo para respirar, a batalha continua, com o exército Lannister sendo massacrado, e queimado vivo. O horror é escancarado na cara dos soldados. Nunca tinham visto tal coisa. Então, o episódio termina com Jaime tentando atacar Daenerys, sendo salvo do fogo do dragão por Bronn no último momento. Muitos sentimentos vieram à tona neste episódio, são nesses momentos que Game of Thrones mostra o porquê de ser um fenômeno.

starks

Para o futuro

No próximo episódio os produtores prometeram um encontro marcante. Não temos mais por que duvidar deles, então provavelmente veremos o reencontro de todos os Starks.

Game of Thrones retornou com episódios inéditos neste dia 16 de julho. A HBO exibe a série todo domingo às 22h e pelo HBO GO, serviço de streaming da emissora (mas vive fora do ar). . Até lá, pessoal, e continuem no Catacrese.

Leia mais sobre Game of Thrones.

spoils of war game of thrones

 

 

 

 

 

 

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.
(Visited 33 times, 5 visits today)
0

Post Author:

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.