viseryon zumbi

Game of Thrones 7.06 “Beyond the Wall” | Review

Pela primeira vez, Game of Thrones deixa a desejar

Talvez estejamos mal-acostumados com as tramas mirabolantes que contornavam as expectativas do público trazendo uma coisa nova e discutíamos muito a imprevisibilidade da trama. Entretanto, a partir da quarta temporada da série, o escritor George R. R. Martin começou a se desvincular da produção da série; anteriormente, um dos roteiristas; na quinta temporada, escrevendo apenas algumas partes do roteiro; na sexta, consultoria; agora, nem isso. Assim, nesta última temporada, os produtores tiveram todo o controle criativo da série, já podemos saber que muitos dos acontecimentos recentes não serão fiéis a literatura. Isso não seria problema se as escolhas narrativas não fossem tão “óbvias”, com escolhas que parecem que surgiram unicamente para alegrar o público geral.

Voltando ao Review do capitulo, a missão suicida de Jon Snow (Kit Harington) e seus companheiros além da Muralha produziu algumas interações importantes para a batalha final. Cão de Caça (Rory McCam), Sor Jorah (Iain Glen), Tormund (Kistofer Hivju), Beric Dondarion (Richard Dorne), Gendry (Joe Dempsie) e Thoros de Myr (Paul Kaye) tiveram cenas muito importantes. Certamente está sendo preparado um super grupo para lutar contra os Caminhantes Brancos.

No meio da campanha destes heróis, é relembrada a visão de Clegane que ocorreu no começo da temporada, quando encontrou em seu caminho a montanha com ponta de flecha. Na densa névoa invernal, uma luta interessante aconteceu entre o grupo e um urso zumbi. A cena da batalha foi muito boa, dando o ar necessário de gravidade. Na batalha Thoros foi gravemente ferido, mas, ainda assim, continuou a missão.

game of thrones

Quando o grupo chegou na famigerada montanha, encontraram um pequeno grupo de zumbis liderado por apenas um Caminhante Branco. Aí estava a chance que precisavam. Logo, atacaram este pequeno grupo, fazendo, ainda, uma descoberta importante para o futuro da série: depois de Snow desferir um golpe mortal no caminhante, este é destruído com todos os zumbis que estavam com ele, provavelmente os que foram por este transformados, sobrando apenas um (capturado, sem antes chamar a tropa inteira). Após isso, uma parte do exército dos mortos vivos veio atacar as oito pessoas que capturaram o zumbi. Completamente cercados, sua sorte foi que em sua fuga foram para um lago congelado que no meio teria uma porção de terra, eles passaram em segurança, mas parte dos zumbis quando tentaram alcançá-los caíram dentro do lago congelado deixando todos os outros apreensivos. Ressalta-se que, antes do exército alcançá-los, Gendry vai para a muralha pedir ajuda, este que, provavelmente chegou em tempo recorde; lá enviaram um corvo para Daenerys (Emilia Clarke) pedindo ajuda. Corvo este que, por sinal, é a jato, e logo chegou em Pedra do Dragão. Apesar das ressalvas de Tyrion (Peter Dinklege), Daenerys imediatamente decola com seus dragões para além da muralha.

Um pouco mais ao sul, em Winterfell, Mindinho (Aidan Gillen) consegue jogar uma irmã Stark contra a outra. Arya (Maisie Willians) acha, conforme o plano de Mindinho, a carta que Sansa (Sophie Turner) escreveu na primeira temporada, pedindo para seu irmão se ajoelhar ao então Rei Joffrey (Jack Gleeson), colocando em dúvida a lealdade Sansa para com Jon. Ambas, então, têm um diálogo muito bom em que comparam seus respectivos purgatórios no decorrer da série. Posteriormente, Sansa descobre as habilidades de Arya, fato que pode ter assustado-a ainda mais sobre a possibilidade da irmã voltar-se para ela. Ainda, a regente de Winterfell manda Brienne (Gwendoline Christie) a Porto Real para representá-la em uma reunião com a própria Rainha Cersei.

Voltando aos Caminhantes, Thoros morre por complicações de sua feridas anteriores, e, por burrice do Clegane, os zumbis voltam a atacá-los. Quando parecia que todos iriam morrer, Daenerys chega com os três dragões para salvá-los. Essa ideia claramente ia dar errado. Com a chegada dos dragões o Rei da Noite, com uma de suas lanças, mata Viseryon. No desespero, a Mãe dos Dragões foge com o pessoal e o zumbi capturado, deixando Snow para trás, pois este estava tentando ganhar tempo. E, em outra chegada heroica, Tio Benjen (Joseph Mawle) salva o sobrinho, sacrificando-se. Snow é resgatado, e acorda em um navio a caminho de Porto Real, com Daenerys o observando. Nesse momento ele jura lealdade a ela.

caminhantes brancos

Para o futuro

Apesar de muitas mortes, inclusive de um dragão, a sensação que deixou o episódio foi a de que poderia ter sido melhor. A morte do dragão e, no final do episódio, sua ressurreição como o Dragão de Gelo, foi muito discutida e muito bem sacada pelo público. Mesmo assim, estávamos acostumados com GoT destruir suas projeções, porém, talvez por uma falsa expectativa, tenha desapontado boa parte do público. Mesmo assim, com o Dragão de Gelo será que o Caminhante tem uma forma de destruir a muralha no próximo episódio? O fim está chegando e não perderemos nada!

Game of Thrones retornou com episódios inéditos neste dia 16 de julho. A HBO exibe a série todo domingo às 22h e pelo HBO GO, serviço de streaming da emissora (mas vive fora do ar). Até lá, pessoal, e continuem no Catacrese.

Leia mais sobre Game of Thrones.

tortmund

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.
(Visited 21 times, 3 visits today)
0

Post Author:

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.