game of thrones encontro

Game of Thrones 7.07 “The Dragon and the Wolf” | Review

Final eletrizante fecha temporada dinâmica de altos e baixos

Finalmente chagamos ao final desta sétima temporada, que, apesar de dividir a opinião do público, conseguiu preparar bem tudo para a grande última temporada da série. Com 1h20min (o maior episódio da série), as tramas estabelecidas foram bem resolvidas, sendo verossímil com os personagens, preparando a grande guerra, e esclareceu tudo para quem ainda tinha alguma dúvida do que representa o gelo e o fogo.

O capitulo iniciou com a chegada do grupo de Tyrion (Peter Dinklege), em Porto Real, para o tão esperado encontro com a Rainha Cersei (Lena Headey). Este momento teve alguns momentos interessantes, como o diálogo entre Sandor Clegane (Rory McCann) e Brienne (Gwendoline Christine), e o entrosamento entre Tyrion, Bronn (Jerome Flynn) e Pod (Daniel Portman). Antes, ainda, mostraram que o exército Imaculado, junto com o Dothraki, estavam em frente aos muros da capital, rendendo um diálogo divertido entre Bronn e Jaime (Nikolaj Coster-Waldal).

O encontrou ocorreu no Fosso dos Dragões, reunindo quase todos os personagens importantes desta temporada. Todos estavam lá, com exceção de uma pessoa: a própria Daenerys (Emilia Clarke), a qual chega de dragão, obviamente, rendendo uma ótima reação da Cersei. Em seguida, começou a reunião, tendo Tyrion seu momento de discurso. Euron (Johan Philip Asbæk) interrompe e desrespeita o amado anão, mas logo aprende seu lugar, sendo repreendido por Cersei e Jaime. A cena continua com Jon (Kit Harington) falando sobre o perigo do exército dos mortos e da necessidade de todos se unirem para lutar. Incrédula, Cersei ainda não acredita no perigo, de sorte que Sandor Clegane traz o zumbi capturado. Todos se assustam perante tamanha ameaça, Euron até resolve fugir de volta para as Ilhas de Ferro. Cersei consente com a aliança momentânea, contudo, com uma condição, de que após a guerra, o Norte não se alie a nenhum dos lados, do duelo pelo trono. Honrado como seu pai, Jon, fala que, infelizmente, já havia escolhido o lado de Daenerys, causando a fúria de Cersei e não ocorrendo a aliança.

Jaime tenta convencê-la a mudar de ideia, falhando nessa missão. Resta a Tyrion tentar salvar todos os esforços até então feitos para que a aliança ocorra. Ele vai ao encontro de Cersei, mesmo sabendo que poderia ser morto a qualquer momento. O contato com entre os dois era muito esperado pelos fãs, e o diálogo foi muito bem conduzido. Quando o anão percebe que sua irmã esta grávida, encontra sua maneira de convencê-la a juntar-se à luta e, assim, é feita a trégua na batalha.

Já em Pedra do Dragão, Theon(Alfie Owen-Allen) pede desculpa pelos seus erros a Jon, que os concede e ainda o encoraja a resgatar sua irmã que está mantida em cativeiro pelo seu tio Euron.Após uma luta com outro Greyjoy que não queria acatar sua ordem, ele demonstra a sua força e parte junto com um peque no grupo para resgatar Yara (Gemma Whelan).

Em Winterfell, vemos Mindinho (Aidan Gillen), colocando Sansa (Sophie Turner) contra Arya (Meisie Willians) e Jon, Por fim, fala para Sansa matar Arya antes que ela a mate. A Lady de Winterfell chama todos os seus guerreiros no grande salão e convoca a irmã. Todos estão no salão, inclusive Bran (Isaac Hempstead-Wright). Sansa começa a falar as acusações de forma imponente, entretanto elas não eram par sua irmã e sim para o próprio Lorde Baelish. Com a habilidade do corvo de três olhos, Petyr não tinha como esconder que foi ele quem orquestrou todos os acontecimentos até então. O homem que fez a trama acontecer foi finalmente descoberto. Vendo que todo o seu apoio foi perdido, tenta de todas as maneiras escapar, porém, já totalmente desacreditado, é executado por Arya. Agora mostrando que os Stark estão juntos e unidos.

sansa game of thrones

Em Porto Real, quando Jaime preparava o exército Lannister para a marchar ao Norte para a batalha contra o exército dos mortos, ele é chamado pela rainha, que o fala para não ir ao norte e, sim, lutar no sul para reaver o que Daenerys havia ganhado em batalha. Sua falta de poder bélico seria compensada com a vinda da Companhia Dourada, que Euron, na verdade, foi buscar em vez de retornar para as Ilhas de Ferro. Enfurecido, Jaime fala que esta batalha não irá importar e independente quem ganhe no Norte iria derrotá-la na volta (vivo ou morto), assim, mesmo com um filho que irá governar os sete reinos, ele não teria nada para governar. Cersei ameaça matá-lo, mas não consegue faze-lo, então, Jaime sai de Porto Real, deixando-a de lado, e vai para o Norte ajudar na batalha.

Sam (John Bradley-West), chega em Winterfell para ajudar John na batalha. Lá se reencontra com Bran, que revela seus poderes e fala que este logo chegará junto com Daenerys. E, pela primeira vez, o Corvo de Três Olhos revela para Sam o segredo da origem de Jon, que na verdade ele é filho de Rhaegar Targaryen com Lyanna Stark. Com isso, Sam conta que houve o casamento legitimo entre os dois antes disto acontecer, portanto, Jon é o legitimo herdeiro do Trono de Ferro.

Por fim, vemos o mais temido acontecer. Com a ajuda do dragão ressuscitado os Caminhantes Brancos destroem uma parte da muralha e finalmente marcham rumo a Westeros, dando, assim, início a tão falada grande guerra.

Ainda não se sabe se a temporada derradeira estreará em 2018 ou 2019, mas nos acompanhe aqui para ficar por dentro de todas as notícias sobre Game of Thrones.

rei da noite game of thrones viseryon

 

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.
(Visited 32 times, 6 visits today)
0

Post Author:

Estudante de psicologia, amante do cinema em todas as suas nuances.